Tem tendência a engordar? Veja as atividades físicas que realmente podem te ajudar a perder peso.

Estudo realizado na china aponta que nem todo exercício é eficaz para redução de peso para pessoas que tem tendência a engordar.

Mas será que realmente há exercícios que podem funcionar melhor do que outros nesses casos?

Segundo pesquisa realizada na Universidade Nacional de Taiwan, sim.

Dentre diversos fatores que contribuem para obesidade ou sobrepeso o principal, com certeza, é a genética.

Por isso precisamos nos atentar a alguns detalhes ao escolher as atividades físicas ou esportes que iremos nos dedicar na hora de iniciar aquele famoso planejamento de segunda-feira para finalmente termos uma boa saúde.

[su_expand more_text=”Mostrar conteúdo completo” less_text=”Mostrar manos” link_style=”button” more_icon=”icon: plus” less_icon=”icon: minus”]

O estudo foi realizado com base na experiência com quase 19 mil pessoas, com idades entre 30 a 70 anos.

Um dado interessante e também preocupante é que 1 a cada 8 pessoas no planeta são obesas, segundo informações da OMS (Organização Mundial da Saúde).

Apenas na Espanha, 24 milhões de pessoas sofrem de obesidade.

Além de não termos uma boa qualidade de vida, a obesidade pode trazer complicações inclusive na hora de contratar um plano de saúde.

A maioria das operadoras e seguradoras fazem uma análise muito criteriosa quando o solicitante possui um IMC superior a 29.

Para calcular seu IMC clique aqui.

Então, chega de sedentarismo e vamos aos exercícios que realmente poderão te ajudar a perder peso.

O que realmente posso fazer para mudar meus hábitos e reduzir o meu peso

Obviamente que todos os exercícios que serão citados aqui devem ser acompanhados por uma boa alimentação, recomendada por um nutricionista.

No experimento foram testados 18 exercícios, sendo que 5 apresentaram redução nos marcadores de obesidade:

A atividade física mais eficiente no quesito redução de peso foi a corrida, seguida pela escalada, caminhada, as práticas longas de Ioga e alguns tipos de dança de salão, como valsa.

O ideal é que esses exercícios sejam praticados 3 vezes por semana, por no mínimo 30 minutos.

Por incrível que pareça, exercícios como natação, ciclismo e alongamentos não tiveram um bom resultado quanto a diminuição do IMC.

Quando o assunto é gordura, nosso DNA tem muita influência e quem tem uma maior tendência genética a engordar terá que se esforçar muito mais.

Mais uma vez é importante frisarmos a importância do acompanhamento do nutricionista e em caso de obesidade, do Endocrinologista do seu plano de saúde ou na própria rede pública de saúde.

Jamais inicie uma dieta ou um planejamento para emagrecer sem o acompanhamento de um profissional.

[/su_expand]