11 de dezembro de 2020

Dezembro vermelho, mês de prevenção da Aids

O mês de dezembro é sempre lembrado por suas festividades de final de ano. Mas também é um mês muito importante para a saúde, sendo o mês de prevenção à Aids.

O dezembro vermelho tem como principal motivação prevenção da AIDS. Dia 1 de dezembro marca o início da campanha mundial, a data foi definida pela Assembleia Mundial de Saúde e o objetivo da campanha toda é promover solidariedade, a tolerância, a compaixão e a compreensão com os portadores da doença.

O que é AIDS e HIV?

 Até os dias de hoje muitas pessoas confundem as siglas HIV e AIDS, essa confusão acontece por informações errôneas.

O HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana) é o vírus causador da aids, que ataca células específicas do sistema imunológico, responsáveis por defender o organismo contra doenças.

Já a Aids é uma doença proveniente do vírus HIV, que ataca essas células específicas do sistema imunológico responsáveis por defender o organismo de doenças. A infeção do HIV evolui para a AIDs quando o paciente não é tratado de forma adequada ou quando o paciente sequer sabe que está infectado, assim sua imunidade é afetada e com o passar do tempo o quadro se agrava.

Sintomas:

É possível que a pessoa possa estar infectada pelo HIV e não apresentar os sintomas da AIDS, sendo assim, não tendo seu sistema imunológico afetado, por outro lado alguns pacientes apresentam sintomas característicos que são um sinal de alerta.

Os sintomas mais comuns em relação a AIDS são:

  • Frebe
  • Fraqueza
  • Diarreira prolongada
  • Emagrecimento (perda de peso superior a 10%)
  • Aparecimento de gânglios nas axilas, virilhas e pescoço
  • Candidíase oral

Prevenção contra HIV/AIDS

Algumas precauções podem evitar a transmissão do vírus, já que ele é transmitido a partir de mucosas e contato com sangue contaminado, ou seja:

  • Relações sexuais desprotegidas;
  • Compartilhamento de agulhas e seringas contaminadas;
  • Transfusão de sangue com paciente contaminado;
  • Transmissão vertical (da mãe infectada para o bebê).

Caso o paciente já esteja diagnosticado com o vírus HIV, para se prevenir da AIDS ele deverá seguir todas as orientações médicas e medicamentos como a prescrição manda, procurar ter uma alimentação saudável e praticar exercícios podem ajudar no processo.

Busca de ajuda médica:

Não são todas as pessoas infectadas que apresentam sintomas característicos da doença, portando é de extrema importância que o paciente procure um médico com urgência em caso de suspeitas. O teste para o HIV é recomendado para todas as pessoas, inclusive para aquelas que possuem uma vida sexual ativa.

Ter um plano de saúde que contém com uma grande área de cobertura e os melhores hospitais em sua região podem te ajudar nesta tarefa, com todo o suporte de uma equipe médica preparada e pronta para sua segurança e bem estar.